dimecres, 16 de setembre de 2015

Na minha praia, os grãos de areia passam a vida numa confidência que a não entende a gente. Talvez a murmurar daquela onda que corre devagar. por medo de magoar a outra que vem à frente. Os grãos de areia confidenciavam… A onda desenrolou-se, depôs o búzio que trouxe e foi buscar outros mais; o búzio então imitou não sei bem se as ondas ou se os ecos longos dos meus longos ais. A Lua, ao alto, escorria uma luz húmida e fria que molhava todo o Mar. Mas a luz fria aquecia… Meu coração, sem respeito, saltou-me as grades do peto, foi aquecer-se ao Luar. Os grãos de areia confidenciavam, e murmuravam da Lua, como as vizinhas da minha rua… Lá do Céu, houve uma Estrela que foi descendo: Agostinho, o frade-poeta santo, tinha descido ao Portinho a relembrar o seu Canto. O Poeta disse os seus versos e o vento fez, aos esparsos cabelos dos pinheirais, soltar uns «chius» que pediam, às coisas que se moviam, que não se movessem mais. Os versos, Estrelas de Alva, caíam nas ondas, que os recebiam com jeito de embalar. E eu tive pena, oh minh’alma, de não seres um desses versos, caindo, lento, no Mar. Presos da sua cadência, os grãos de areia, dispersos, calaram a confidência. E o búzio não falou mais das ondas nem dos meus ais: anda a cantar, com saudade, os versos de Amor Divino que ouviu da boca do Frade .....Que bom ter o relógio adiantado!. . . . . . Tic-tac... Tic-tac... . . . ele a julgar que é já o resto e eu a saber que tenho sempre mais três quartos de hora de vida." O Poeta beija tudo graças a Deus. . . E aprende com as coisas a sua lição de sinceridade. . ."Puseram-lhe na boca uma mordaça. . . Mas o Poeta era Poeta E tinha que falar. Fez um esforço enorme, puxou a voz como quem golfa sangue e a mordaça soltou-se-lhe da boca. Porém, não era já mordaça: Agora, era um poema a queimar os ouvidos das turbas inimigas que, na praça, o tinham querido calar."

O Poeta disse os seus versos
e o vento fez, aos esparsos
cabelos dos pinheirais,
soltar uns "chuis" que pediam,
às coisas que se moviam
que se não movessem mais.

. . .
E o búzio não falou mais
das ondas nem dos meus ais."
Na minha praia, os grãos de areia
passam a vida numa confidência
que a não entende a gente.
Talvez a murmurar
daquela onda que corre devagar.
por medo de magoar
a outra que vem à frente.
Os grãos de areia confidenciavam…
A onda desenrolou-se,
depôs o búzio que trouxe
e foi buscar outros mais;
o búzio então imitou
não sei bem se as ondas ou
se os ecos longos dos meus longos ais.
A Lua, ao alto, escorria
uma luz húmida e fria
que molhava todo o Mar.
Mas a luz fria aquecia…
Meu coração, sem respeito,
saltou-me as grades do peto,
foi aquecer-se ao Luar.
Os grãos de areia confidenciavam,
e murmuravam da Lua,
como as vizinhas da minha rua…
Lá do Céu, houve uma Estrela que foi descendo:
Agostinho,
o frade-poeta santo,
tinha descido ao Portinho
a relembrar o seu Canto.
O Poeta disse os seus versos
e o vento fez, aos esparsos
cabelos dos pinheirais,
soltar uns «chius» que pediam,
às coisas que se moviam,
que não se movessem mais.
Os versos, Estrelas de Alva,
caíam nas ondas, que os recebiam
com jeito de embalar.
E eu tive pena, oh minh’alma,
de não seres um desses versos,
caindo, lento, no Mar.

Presos da sua cadência,
os grãos de areia, dispersos, calaram a confidência.
E o búzio não falou mais
das ondas nem dos meus ais:
anda a cantar, com saudade,
os versos de Amor Divino
que ouviu da boca do Frade

Quando procura o aluno:
"Que é do Barradas? Por que diabo tem o Barradas faltado?"
       E procura-o, fala-lhe na taberna onde se faz encontrado e tenta compreender o motivo, tenta penetrar na intimidade do Barradas.
       E o Barradas aluno, volta à Escola.
       Com a simplicidade e autenticidade que lhe é peculiar faz o seu próprio retrato:

"Está provado que não nasci para falar com doutores.. . . sou saloio por dentro; saloio não: cabreiro. E depois deu asas a isto o facto de eu me ter feito homem entre camponeses e pescadores e ter tido sempre o cuidado de falar com eles, para estar com todos à vontade. Ao par do que aí fica, acontece que venho de lavradores, jardineiros e comerciantes; tudo gente de cepa honrada mas agreste. O que não quer dizer que a cepa seja de não dar flor. tenho um primo que guarda ovelhas e as beija e as trata como a suas irmãs; um São Francisco em bruto. Pois está-se mesmo a ver que é tanto à ascendência como à convivência que eu devo a condição de não saber falar a doutores."

7 comentaris:

  1. Inês Proença Agora com o novo horário adormeço e costumava ouvir-vos ao jantar e almoço (tsf) Gosto · Responder · 4 h Salvador Sóares Das Silvas é da idade ou é por serem chatos como o carvalho? o otelo saraiva o coiso...o Gosto · Responder · 11 min Salvador Sóares Das Silvas como temia se escreve lactatémia ...Inês Proença estou a subir os 125 degraus das monumentais sem registar um aumento da lactassémia, é uma vitória...ide meter ácido no calcanhar d'alquilos Gosto · Responder · 8 min Salvador Sóares Das Silvas adormece com facilidade, costumava ter boa audição, desistiu das ciências no porto para ser talassémica ou lactotémica in cuinbra chama-se Inês procura Pedro mas aceita Ricardo é o RAPe mais fácil do XXI e inda por cima janta e almoça o que é um luxo e inda por baixo tem Proença no nome o gajo assim até recupera uns troikos dos que perdeu no GES Gosto · Responder · 3 min Salvador Sóares Das Silvas The clinical picture of lactate acidosis. 5. Lactatemia without acidosis. Conclusions]. [Article in German] Förster H. Abstract Several inherited metabolic diseases are accompanied by a greater or lesser increase in blood lactate concentration under certain metabolic conditions. These diseases are glycogenosis type I (glocuse-6-phosphate deficiency), fructose-1,6-diphosphatase deficiency, glucose-induced hyperlactate emia, idiopathic lactate acidosis. The conditions are discussed when hyperlactate emia develops. Very large increases in blood lactate concentration are found during muscular activity, lactate concentrations can be as much as 20 mmol/l under these conditions....e gosta de animais ...mesmo dos com falta de pelo é um três em dois17 de setembre de 2015 a les 16:09

    TROIKA QUE TU TENS, ONDE ESTÁS....POR ONDE TU TE VENS. Ó RAPAZ...POR QUE ENTRADA, POR QUE PORTA...NESSA ESTRADA MUITO TORTA ...ONDE ENFIM ENCONTRAS PAZ...EM CONVÍVIOS QUE A SORTE FAZ.... NO SANTO ESPÍRITO QUE TE TRAZ ...NAS PORTAS INCERTAS ABERTAS ONDE TE ACOBRETAS À FRENTE E ATRÁS ...E NAS HORAS MORTAS, QUE JÁ VÃO ....O QUE DISSE O PORTAS POIS ENTÃO ...SONHOS QUE SONHOU ONDE ESTÃO ...POR ONDE VOU, REDENÇÃO ....ONDE ESTOU, RECUPERAÇÃO....DE ONDE ME VIM, REMISSÃO ...QUE MERDA É ESTA, TELEVISÃO... MEXIOLÂNICA TEBÂNICA DAS MIL PORTAS ONDE APORTAS E NÃO TE IMPORTAS

    ResponElimina
    Respostes
    1. MEXIOLÂNICA TECTOÂNICA DE FRIJOLES MOLES CUM CHILI SURFING THE TECTONIC SHOCKWAVE -THE NAZCA AFTERSHOCK the higher see level reached in the Neogene is 15,5 Ma-old and is only 150 m above the present see level (Ha rd e nbo l et al., 1998). In our study area, in contrast, the oJder abrasion surface is higher th an 500 m asl, evidencing the uplift of that part of the Chilean coast. The observed uplift cannot result from the subduction of long-term uplift is positively correlated with the coseismic uplift, post seismic and interseismic subsidence of the coast does not completely compensate the uplift
      OF the chilean coastal RAPe

      Elimina
    2. AO VIVO NO TEMPUS FUGIT DAS GUERRAS CIVIS DAVA UNS 22 ANOS EM MÉDIA AO VIVO NOS ANOS DA PESTE NEGRA JÁ SUBIA PARA UMA MÉDIA DE 33 ANOS DIGA 33 ...DESDE AS REVOLUÇÕES E MOTINS DE 1848 QUE CHEGAR EM MÉDIA AOS 41 ANOS DEIXOU DE SER UM LUXO E O FIM DO XIXº VIU O PESSOAL A ATINGIR EM MÉDIA A IDADE MÉDIA DOS ESCRIBAS DOS ANOS DE VACAS GORDAS E MAGRAS METADE DE UM SÉCULO
      Gosto · Responder · 10 min

      Salvador Sóares Das Silvas E AO VIVUM UM CORPO COM 26 TRILIÕES DE CÉLULAS NA ESCALA CURTA E QUE DEMORAVA 70 ANOS EM MÉDIA A DECOMPOR-SE NOS ANOS DO SPUTNIK ALMEJA NOS DIAS DE HOJE FICAR AO VIVO MESMO DEPOIS DA MORTE CEREBRAL FINAL DAÍ O ESTADO NACIONAL SOCIALISTA A QUE CHEGÁMOS NO SÉLULO XX

      Elimina
    3. Boaaaa! Já deixas-te mesmo? smile emoticon 20 de Fevereiro de 2014 às 10:25 · Editado · Gosto Tânia Horta Sim eheh xD 20 de Fevereiro de 2014 às 12:03 · Gosto Tânia Horta É verdade ahahah Ver tradução 20 de Fevereiro de 2014 às 15:54 · Gosto Tânia Horta Foi um bafo ahah grin emoticon 20 de Fevereiro de 2014 às 16:00 · Gosto Tânia Horta Foram dois, pronto xD18 de setembre de 2015 a les 12:35

      VOTE LIVRE SOCRATES SÓ VOTA PRESO SE O JUIZ DEIXAR

      Elimina
  2. VOTE LIVRE NUM VOTE EM HOSPÍCIO OU CÊ VAI SE DAR MAL NESSE MENSALÃO UNIVERSAL18 de setembre de 2015 a les 19:11

    THE SEX LIFE OF WILD WILD ANIMALS AND FEROX BESTIA OF FACEFOX.....num têm nenhuma mas tentam sempre né pessoal vidrado em vir-se na porta dos fundos é povo bundão mesmo
    Gosto · Responder · 14 min

    Salvador Sóares Das Silvas se recicla a camiseta com esse troço dentro ou se mata o bicho primeiro?
    Gosto · Responder · 11 min

    Salvador Sóares Das Silvas é anúncio de camiseta ou de clínica dentária? judite por aqui é polícia judiciária mesmo traz ele pra cá que a gente dá sumiço nele
    Gosto · Responder · 11 min

    Salvador Sóares Das Silvas hospício está cheio e deixaram esse de fora foi?

    ResponElimina
    Respostes
    1. Livre ...até o Jerónimo Gosta Jerónimo diz que CAVACO condiciona o VOTO LIVRE NÃO CONDICIONEM O VOTO LIVRE SE CAVACO NÃO VOTA LIVRE VOTE VOCÊ19 de setembre de 2015 a les 12:20

      adote um português hoje, não deixe pra amanhã

      a piorando kda dia mas
      Gosto · Responder · 1 · 4 h

      Renato Lima Realmente, igual ao seu português.
      Gosto · Responder · 2 · 3 h

      Salvador Sóares Das Silvas ué o português dele tá mau é e o seu? cê dá comida pra ele ou monta ele e se vai embora? não abandone seu português, ele tem direitos como todos os animais

      Elimina
    2. aconteçam coisas fé em cumicios e o grupo BES bolas o pessoal tá mais chateado ca senhora cor de roxo ê tamém tenhe disse mas a culpa é do Livra-te ....Fatal error: Uncaught exception 'Zend_Session_Exception' with message 'Zend_Session::start() - /Zend/Session.php(Line:480): Error #8 session_start() [0function.session-start0]: ps_files_cleanup_dir: opendir(/var/lib/php/session) failed: Permission denied (13) Array' in /var/www/vhosts//lib/Zend/Session.php:493 Stack trace: #0 s/lib/Zend/Session/Namespace.php(143): Zend_Session::start(true) #1 /lib/Zend/Auth/Storage/Session.php(87): Zend_Session_Namespace->__construct('Zend_Auth') #2 lib/Zend/Auth.php(91): Zend_Auth_Storage_Session->__construct() #3 Gosto · Responder · há alguns segundos19 de setembre de 2015 a les 16:27

      SAlvador do bobó salvador da perereca chata Paxaxa Seminova du Bobó Aristóteles falava português?

      Elimina